PHP-GTK: Criando Aplicações Gráficas com PHP Adianti Framework para PHP PHP Programando com Orientação a Objetos Criando Relatórios com PHP

[PHP-GTK] interface

Pablo Dall'Oglio pablo em dalloglio.net
Quarta Novembro 22 07:05:50 CST 2006


E ai Matheus, meus 50 cents...

Bom, na realidade, uma interface não é bem um protótipo...

Em Orientação a Objetos, trabalhando fortemente com conceitos como
herança (http://pt.wikipedia.org/wiki/Heran%C3%A7a_%28inform%C3%A1tica%
29), você verá que é necessário "forçar" que as classes de um
determinado "tipo" ou de uma determinada "hierarquia", implementem
certos métodos.

Por exemplo: O Projetista determinou que a aplicação teria uma classe
abstrata connection e classes filhas:
* MysqlConnection;
* OracleConnection;
* PostgresConnection;

etc, etc...

daí o programador vai implementar estas classes... elas devem ter
métodos (connect, disconnect, query)... Mas se o programador esquece de
implementar o connect em uma delas... dá pau... Se a classe segue uma
interface, a interface avisa ele que esqueceu de implementar determinado
método presente na interface...

Outro exemplo: Imagina uma classe abstrata Pessoa e seus filhos (Pessoa
Jurítica, Pessoa Física, etc, etc...) Cada uma deve ter um método
setNome(), getNome(), obrigatoriamente... Estes métodos que devem estar
presentes em toda a estrutura da hierarquia podem estar na interface, o
que obriga as classes filhas a implementarem estes métodos...

De acordo com o Wikipedia:
"Em programação de computadores uma Interface é um 'contrato' que
determina a forma de comunicação entre componentes de software."


abraços
Pablo

Em Qua, 2006-11-22 às 02:54 -0200, Matheus Neder escreveu:
> Oi pessoal, eu to dando uma olhada numas coisas de php5 OO, dei uma
> brincada com o uso de "interface" e pelo o que eu pude deduzir (Por
> favor, corrijam me se eu estiver errado), a interface nada mais é do
> que algo semelhante a protótipo em C, para quem não sabe o que é
> protótipo, é tipo eu declaro alguma coisa (ex: uma função) mas só vou
> realmente escreve-la em outra parte do código, somente para saber que
> ela existe (no caso do C também o compilador precisa saber da
> existencia dela e os tipo de entrada e retorno dos dados). 
> Bom, chegando a esta conclusão (se realmente eu estiver certo a
> respeito do uso da interface) e o php enxerga uma classe onde quer que
> ela esteja (antes ou depois de onde eu for estancia-la por ex), fiquei
> com uma duvida, qual é a utilidade real disso? Em que casos usar ou
> não a interface pode me trazer benefícios? Será que o interpretador
> processa o código com mais deficiência?...???? e várias outras
> interrogações... hehe 
> 
> Se alguém puder dar uma pálinha sobre esse assunto, ou indicar alguns
> links sobre, eu ficaria muito grato.
> 
> Um abraço,
> 
> Matheus
> _______________________________________________
> Lista mailing list
> Lista at php-gtk.com.br
> http://lists.php-gtk.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/lista
-- 
:: Pablo Dall'Oglio
:: www.dalloglio.net



More information about the Lista mailing list